domingo, 24 de março de 2013

Eu Supero! * Resiliência Em Prol Do Ser Humano



video


Eu Supero! Resiliência Em Prol Do Ser Humano

Para ser é preciso primeiramente conhecer, para transformar saber e para superar simplesmente querer!

Wellington Bernardino Parreira


Texto extraído do livro "Poemas Místicos" Jalal Ud-Din Rumi


* Voz Letícia Sabatella

* Imagens: Ceder Lee

* Música: Marcus Viana
****************************************************************************************

Re-leituras - Um ser sendo

                                                    Por:  Wellington Bernardino Parreiras


Somos permeados por múltiplas linguagens, a palavra é uma dentre muitas, contudo se faz constante em nossas expressões outras linguaguens.

Atente-se, além das palavras faladas emitimos signos plenos de sentidos e significados subjetivos, sutilmente simples expressões das entrelinhas contidas em nossos gestos. Nem sempre o que se diz é o que se quis dizer, o inverso também ocorre, atente-se para os gestos corporais, eles podem desdizer o que os lábios proferem.

Somos também reflexo do que o outro interpreta, o estar diante do outro pode muni-lo de elementos favoráveis ou não, a reciproca também se dá, não diferentemente nós frente o próximo tendemos a compreender o que não foi verdadeiramente expresso. Faz-se necessário ter discernimento e consciência reflexiva para bem interpretar em milésimos de segundo os desencontros que podem nos conduzir à rosa de Hiroshima, fatalidade em muitos casos irreversíveis, com isso o reflorir benevolente posterior ao suscitar do arco-íris num tempo de sol e chuva natural.

Somos um mundo-mundos, somos um universo prenhe de universos, somos nós-no-outro ao passo que o outro é um ele-eu.

Quando compreendemos isso os entendimentos nos são colaborativos e verdadeiros, aprendemos a ser melhores no concurso do novo ser-sendo. Não nos ferimos e não ferimos ninguém, adquirimos uma consciência moral em que vislumbram-se nossas existências consubstanciadas de outras existências-essências, por fim, passamos a ser sensíveis ao ato reflexivo do mecanismo inteligente formado por Deus que nos constituí humano.

Abraços fraternos,
Wellington Bernardino Parreiras
24/03/2013
20:35


Nenhum comentário: