quinta-feira, 21 de março de 2013

Em minha vida floresce o primeiro eterno amor



video


Em minha vida floresce o primeiro eterno amor

Às margens do mar contemplo estrelas a sós
Piscando seus silêncios com doces notas de solidão
Suas mensagens refletem o inverso em nosso coração

Para nós fugazes, elas nos inspiram orações
Renovam nossas emoções
O céu é mesmo mister, amorzinho

Amo-te certo de que o nosso amor
Duraria o tempo de uma flor
Se acaso não cultivemos os carinhos

Estrelas soltas no céu
Dilaceram o véu
Causam lamentos
Se a nós causarmos sofrimento

Amo-te para além do entendimento
Eu acredito que nosso amor seja fonte
Que transpõe os nossos horizontes

Nada nos dissolve
O tempo nunca houve
O que não importa é o outrora
Nosso amor nos brinda com doce aurora

Em minha vida floresce o primeiro eterno amor
Sejamos porto-amor

Amo-te valsar de borboleta
Amo-te néctar que pulsa o beija-flor

Amo-te além dos confins
O seu amor expandiu meu singelo jardim

Amo-te sem tempo perecível
Eu acredito no universo impossível

Eu contemplo os silêncios das estrelas reluzindo o mar
Em ausências do luar

Meu amor amo amar-te
Mesmo que longe seja em marte

É em ti e em mim o porto-amor
Que florescem flores
Antes do sol se pôr

Wellington Bernardino Parreiras

Mineirim das Gerais in Dnipropetrovs'k

21/03/2013

15:42

Nenhum comentário: