domingo, 15 de maio de 2011

Hiperestesia: poem(a)vulso

Hiperestesia: poem(a)vulso: "Imagem: Leszek Andrzej Kostuj fruta-carne meu pé de maçã rimou com o teu pé de desejo e num chão de versos caídos fiz tapete de sonho..."

Um comentário:

Colecionadora de Silêncios disse...

Querido, muito obrigada pela alegria de me colocar aqui, em seu blogue maravilhoso.

Valeu mesmo! :))

Beijo grande...