segunda-feira, 4 de julho de 2011

Implexo em teus encantos o gozo das paixões

Orquidário de Inhotim/MG

Implexo em teus encantos o gozo das paixões

Tecia sentimentos adornados por palavras dóceis, quando mais me inspiravam suas docilidades femininas, mais e mais aperfeiçoavam os fios tecidos, ali diante os infinitos afetos de seus olhares meus pesadelos se desfizeram, havia um conjunto imensurável de esquecidos que nem se quer foram algum dia ditos, sutilmente principiara sob linguagens taciturnas a cura, implexo em teus encantos o gozo das paixões fluíam tais como os perfumes de flores por todo jardim, quando dei conta de mim, me vi assim apaixonado pelos entretons da paixão e pus a contemplar o arco-íris de minhas tempestades.

Mineirim das Gerais

04/07/2011

10:01

2 comentários:

Carla Jaia disse...

Assim, quase sem notar. Acontece.

Lindo texto!

Wellington Bernardino Parreiras disse...

Carla, e se acontece e como acontece! abraços e bjus fraternos