terça-feira, 12 de julho de 2011

ASSINADO EU! Vanessa Cristina

ASSINADO EU

Por detrás do meu olhar

Há muita história pra contar.

A inocência descoberta

já é meia porta aberta

Para o estranho adentrar.

Nas paredes estão os quadros

invisíveis a olho nu,

Estão expostos, são raros

Mas enxergá-los custa caro.

Por detrás dos lindos lábios

Há frases que não sei ensaiar,

Há palavras que não sei falar

Há perguntas que não querem calar

Por detrás do toque contido,

Há um querer e um suspiro,

realizá-lo é proibido

pelo próprio querer.

Por detrás do belo colo

há um coração

que sonha, erra, luta, busca, vive

uma doce ilusão.

E dentro dele há sentimentos,

afetos, pequenos momentos

que não se explicam

nem com a razão.

Não sei se o que sinto por você é amor, também não sei se é paixão, não sei se é desejo, só sei que é verdadeiro, mesmo que seja só curtição. Eu gosto muito, muito de você. Desculpe por ser quem eu sou, desculpe por ser quem eu fui, desculpe por pensar o que pensei, desculpe pelos que cometi, eu já me desculpei, por enquanto.

Adeus,

ASSINADO EU!

Vanessa Cristina

11/07/2011

22:49


Um comentário:

Wellington Bernardino Parreiras disse...

Por quase um mês acompanho sua história e cada vez mais me surpreendo com sua guarra e quero que saiba que dentro dos processos conflituais nos ressignificamos e o que hoje lhe pareça confuso e sem conceito ceto, se transfigura ao passar do tempo, o objeto e o sujeito sofrem transformações significativas necessária à maturidade do ser.

Não se culpe demasiadamente, diante sua história há mais pessoas corresponsáveis que direta e indiretamente lhe atribui tal culpabilidade para desfocar-te da realidade e os evidenciarem enquanto responsáveis primitivos, sendo assim, busque a temperança entre culpabilidade e vitimização, pois só assim que será capaz de discernir e seguir em frente com mecanismos saudáveis e liberdade de escolha a partir de uma consciência moral fidedigna ao teu Espírito.

Amar, apaixonar ou curtir são sentimentos confusos em si, sobretudo com a idade em que se encontra e com toda privação sofrida, o bom seria que a partir de todas tempestades sofridas, você saiba que há botes salva-vidas e principalmente mecanismos conscientes disponíveis, mas para tanto faz necessário empenhar-se em compreender que os mecanismo de vida consciente se constrói por meio de esforços, escolhas e crença, só assim que formará bases para sua conduta de tal modo que colherá no futuro frutos de uma herança de si mesmo ainda no tempo presente.

Reservando o segredo, não direi aqui o nome da pessoa para qual você poeticamente expressou sublime sentimento, contudo busque avaliar, discernir e por em prática os bons ensinamentos a dura pena, sei que não será fácil, mas lhe será de suma importância empenhar-se no afã da vida consciente, seja no que diz respeito às experiencia positivas ou não.

Abraços fraternos,

Mineirim das Gerais
11/07/2011
00:47