terça-feira, 28 de junho de 2011

O Feminino

O Feminino

O feminino em seu sensível ser floresce palavras-mães, abri os olhos com sonhos como se tecem lãs, afeta o masculino mínimo, afaga o agreste sentir, ínfimo de macho, ressignifica ausências com presenças de sentidos e significados livres, pára o interrompido umbigo, entrelaça-se no ir-e-vir em meio a dores e amores com toda sua profundidade solidaria coberta de um esperançar ímpar, o feminino é fonte do verbo que gesta o néctar do amor, o feminino é essência-flor...

Wellington Bernardino Parreiras

Mineirim das Gerais

28/06/2011

13:57


2 comentários:

marismar borem disse...

A alma que floresce é feminina, a alma que carece é masculina, e nesta mistura nasce a temperança...

Wellington Bernardino Parreiras disse...

Temperança...

É uma virtude que mais dedico... bjos mineirins em você!