sábado, 5 de janeiro de 2013

Amizade, curti...



Imagem: Facebook


São tantas palavras soltas aos quatro ventos
Corro a lista pra checar as opções entre as paisagens
Tantas só, mas aparentemente unidas
Assentarem solidão nas pessoas

Insisto pousar num lugar sem o pôr-do-sol
Em que há apenas palavras mordazes
Destituindo meus ares
Silenciando meu rouxinol

Almejando ser mais que sofrimentos
Busco por inúmeras saídas...
A alternativa finda

Encontro pausas interrompidas
Em sofreguidão

Em meio à multidão
Vislumbro espíritos entretidos
Num faz de conta global

Sou único desprendido da orbita?
Detidamente reabita
Um esperançar

Mas qual lugar há
Um sentir sublime além de esperanças vãs?
Século XXI
Repleto de fãs
Aprisionados no aparato midiático, curti!

Devolve-nos o 3x4
Ou, ao menos a poraloid...
Donde somos nós!

Emoções vívidas
Paisagens outrora relidas    
 Ou de poeiras apagadas dos porta-retratos

Mineirim das Gerais
05/01/2013
12:55

Um comentário:

Wellington Bernardino Parreiras disse...

zygmunt bauman - sobre os laços humanos, redes sociais, liberdade e segurança

http://www.youtube.com/watch?v=LcHTeDNIarU