sábado, 15 de outubro de 2011

SOLTO EM RIMAS


QUANDO SÓ
TOCO UMA NOTA
EM LIVRE PENSAMENTO
VENTO


MIRAM
OS OLHOS
CÉU ESTRELADO


SINTO O INVERSO
DE SEU OLHAR


AMPLEXO
O CORAÇÃO ALADO

NO LONGÍQUO NAVEGAR
A MOVER O MAR

COM LÁGRIMAS
GOTAS DE CAQUI

SOLTO EM RIMAS
AQUI

Luiza Maciel Nogueira

Mineirim das Gerais
15/10/2011
18:12

2 comentários:

Luiza disse...

Que bonito, vejo que está aprimorando seus poemas. Estão muito melhores, cada vez mais belos.

Beijos

Wellington Bernardino Parreiras disse...

Luiza,

Agradeço pelo depoimento, mas não aprimoro para ninguém algo que é natural de mim, apenas transponho o que sinto, percebo e creio, não me importo com estilistas cultos, apenas solto o verbo ou simplesmente o sentimento.

Ah, sou filho da ignorância e não meço esforços para dar-lhe as costas.
Abraços fraternos,
Wellington